Lugares do Sagrado: reflexões a partir do acervo do Museu de Arte Sacra e Museu Afro Brasil

Visita integrada para professores

Descrição Curta:
A partir do acervo de duas instituições museais – Museu de Arte Sacra e Museu Afro Brasil – essa atividade de formação, voltada à educadoras e educadores atuantes, pretende discutir os diferentes significados que o universo do Sagrado mobiliza nas pessoas e nas sociedades.

Classificação Etária: 16 anos

Site: http://www.museuafrobrasil.org.br/programacao-cultural/acoes-educativas

Mais Informações: (11) 3320-8900

Museu Afro Brasil

ver mapaocultar mapa

Dia 26 de agosto de 2017 às 10:00

Preço: Atividade Gratuita

Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, Parque do Ibirapuera, s/n, Portão 10, Moema, 04094-050, São Paulo, SP

Descrição

A partir do acervo de duas instituições museais – Museu de Arte Sacra e Museu Afro Brasil – essa atividade de formação, voltada à educadoras e educadores atuantes, pretende discutir os diferentes significados que o universo do Sagrado mobiliza nas pessoas e nas sociedades. Como forma de organizar e atribuir sentidos simbólicos e materiais ao mundo, o Sagrado e o religioso se manifestam nas pessoas (nos seus modos de ser e estar, em indumentárias, cores) e nos lugares (em templos, lugares sagrados, espaços de devoção). Nesse sentido, o Sagrado é um mediador entre indivíduos e entre estes e os ambientes nos quais estabelecem relações. É portanto, elemento de identidade. Nesta ação integrada, as duas instituições pretendem averiguar e discutir estes e outros aspectos destacando as experiências no campo do Sagrado em suas interseções históricas, culturais e estéticas, com vistas a construir repertórios e subsídios no campo educativo. A atividade exige inscrição prévia. Vagas limitadas.

Publicado por

Museu Afro Brasil

O Museu Afro Brasil, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, conserva um acervo com mais de 6 mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, fotografias, documentos e peças etnológicas, de autores brasileiros e estrangeiros, produzidos entre o século XVIII e os dias de hoje, que abarcam diversos aspectos dos universos culturais africanos e afro-brasileiros.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem