90 ANOS DE MACUNAÍMA

Mesa-redonda

Descrição Curta:
Mesa-redonda: “Macunaíma em tradução”, com palestras de Nádia Farage (USP) e Paulo Victor Albertoni Lisboa (UNICAMP), sobre retórica Wapichana, tradução e literatura indígena, explorando a influências da língua Karib em Macunaíma, e dos linguistas Maria Silva Cintra Martins (UFSCar) e João Paulo Ribeiro (UFSCar), sobre tradução de Macunaíma para outras línguas indígenas.

Classificação Etária: 18 anos

Site: http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/programacao/ver-programacao.php?idprogramacao=830&iddata=3528

Mais Informações: (11) 3673-1883


Acessibilidade:

Tradução para LIBRAS: Não

Áudio Descrição: Não

Casa Guilherme de Almeida - Anexo

ver mapaocultar mapa

Dia 15 de setembro de 2018 às 10:00

Preço: Grátis

Endereço: Rua Cardoso de Almeida, 1943 , Sumaré, 01251-001, São Paulo, SP

Descrição

Curadoria: Deborah Goldemberg

Para celebrar os 90 anos da obra seminal de Mário de Andrade, considerada uma obra-prima da literatura mundial, a Rede de Museus-Casas Literários preparou uma série de ações integradas em torno de Macunaíma e da cultura indígena nacional, uma das principais referências de seu autor.


Programação completa


Casa Mário de Andrade
Sexta-feira, 14 de setembro, das 19h às 21h

Abertura: “A presença cultural indígena hoje no Brasil”, com Deborah Goldemberg, Paulo Santilli, Avelino (líder Taurepang) e Cristino Wapixana (escritor indígena)


Casa Guilherme de Almeida
Sábado, 15 de setembro, das 10h às 13h30

Mesa-redonda: “Macunaíma em tradução”, com palestras de Nádia Farage (USP) e Paulo Victor Albertoni Lisboa (UNICAMP), sobre retórica Wapichana, tradução e literatura indígena, explorando a influências da língua Karib em Macunaíma, e dos linguistas Maria Silva Cintra Martins (UFSCar) e João Paulo Ribeiro (UFSCar), sobre tradução de Macunaíma para outras línguas indígenas. Comentários de Roseane Cadete (Wapichana)




Casa das Rosas
Sábado, 15 de setembro, das 15h às 20h

A partir das 15h:

- Recital de Mitologia Makunáima, com apresentações de Avelino Taurepang, Roseane Cadete e Jaider Esbell
- Feira de livros indígenas ao longo da tarde
- "Macunaíma pocket-show", por Iara Rennó




Casa Mário de Andrade
Domingo, 16 de setembro, das 15h às 20h

15h | Mesa sobre “Por que Macunaíma é preto?”, com Marcelo Ariel e André Bueno
18h | Exibição do filme Macunaíma (1969), de Joaquim Pedro de Andrade
20h | Roda de conversa com atores: “O que os índios acharam de Macunaíma?”, com mediação de Deborah Goldemberg


Oficina Cultural Oswald de Andrade
Segunda-feira, 17 de setembro, das 12h às 16h

- Recital indígena
- Apresentações de Avelino Taurepang, Roseane Cadete, Jaider Esbell e Deborah Goldemberg

Publicado por

Casa Guilherme de Almeida

O museu Casa Guilherme de Almeida está instalado na residência onde viveu Guilherme de Almeida e abriga o acervo de objetos que pertenceram ao poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista, um dos mentores do movimento modernista brasileiro, além do Centro de Tradução de Literária e a Sala Cinematographos. A CGA é um Museu da Secretaria de Cultura do Estado, administrado pela POIESIS.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem