Programa Formativo para Tradutores Literários - Ciclo 2016

marcar eventos listados desmarcar eventos listados

tornar rascunho publicar
{{data.processingText}}
{{numSelectedEvents}} {{numSelectedEvents == 1 ? 'evento selecionado' : 'eventos selecionados' }}

Uma grade de cursos e oficinas voltados à história, à teoria e à prática da tradução literária proporciona o aprofundamento da reflexão sobre o ofício do tradutor. Após terem cumprido os créditos necessários e apresentado os trabalhos finais, os participantes obtêm um certificado de conclusão do Programa.

Site: http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/ http://www.casaguilhermedealmeida.org.br/

Descrição

O Centro de Estudos de Tradução Literária da Casa Guilherme de Almeida lançou, em agosto de 2013, o Programa Formativo paraTradutores Literários, um conjunto de cursos e atividades sobre o fazer tradutório que visa a colaborar para a preparação de profissionais da área. A cada ano, um novo ciclo se inicia, abrindo-se vagas para a nova turma. O Programa permite que o inscrito frequente as aulas durante mais de um ciclo, conforme a sua disponibilidade, compondo o seu currículo com base nos cursos e oficinas obrigatórios e nos eventos especiais oferecidos pela Casa.

As espécies de atividades a comporem o Programa são as seguintes:

CURSO DE TEORIA DA TRADUÇÃO
terças-feiras, das 19h às 21h (em frequência semanal)

Esta atividade contínua apresentará, em módulos subsequentes, questões relevantes para os estudos da tradução segundo a perspectiva de diferentes modelos teóricos. Questionamentos e decisões que norteiam continuamente o trabalho do tradutor serão discutidos sob a ótica de teorias correlatas ou contrastantes. No final do curso, o aluno deverá resenhar um livro teórico da área de Estudos da Tradução.


CURSO DE HISTÓRIA DA TRADUÇÃO LITERÁRIA
quartas-feiras, das 19h às 21h (em frequência semanal)

Composto de quatro módulos ao longo do ano, este curso contínuo se propõe a dar um panorama diacrônico da tradução literária, abordando momentos históricos de relevância para a reflexão tradutória. Como trabalho final, o inscrito deve resenhar uma obra literária traduzida, de acordo com parâmetros apresentados no curso.


OFICINAS DE TRADUÇÃO DE POESIA
sábados, das 10h às 13h (em frequência quinzenal)

Os inscritos serão convidados a elaborar a tradução de poemas sob orientação do ministrante, também responsável pela definição de parâmetros teóricos e práticos que servirão de base para o trabalho dos participantes.


OFICINAS DE TRADUÇÃO DE PROSA
sábados (em frequência quinzenal)
Inglês: 10h às 13h
Espanhol: 14h às 17h

Os inscritos se propõem a elaborar a tradução de textos literários em prosa sob orientação do ministrante, também responsável por definir parâmetros teóricos e práticos como base para o trabalho dos alunos. Serão oferecidas oficinas de tradução do inglês e do espanhol (opção incluída a partir do ciclo de 2016).


PALESTRAS OU CURSOS BREVES SOBRE TEMAS DE LITERATURA, TRADUÇÃO LITERÁRIA E INTERSEMIÓTICA
quintas ou sextas-feiras, das 19h às 21h (em frequência irregular)

Aspectos teóricos e práticos da criação e da recriação literária, leitura e cotejo de traduções, perfis de escritores e tradutores específicos, abordagem de obras literárias em diferentes traduções e adaptações para outras linguagens são alguns dos enfoques das atividades a serem oferecidas nestes encontros ocasionais.


APRESENTAÇÃO: “LIVRO FALADO”
quintas-feiras, das 19h às 21h (em frequência irregular)

O autor de uma tradução recém-publicada ou a ser publicada apresenta, numa entrevista pública, os desafios impostos pela obra original e seu processo de trabalho. O evento também visa apresentar livros de literatura estrangeira recém-lançados em tradução, bem como delinear o perfil do tradutor convidado.


TRANSFUSÃO – IV ENCONTRO DE TRADUTORES DA CASA GUILHERME DE ALMEIDA
de 15 a 17 de setembro de 2016

Este evento anual, geralmente realizado no mês de setembro, reúne escritores, tradutores e pesquisadores de literatura, brasileiros e estrangeiros, em uma reflexão conjunta sobre a atividade da tradução literária, com destaques temáticos que variam de edição para edição.



PRÉ-REQUISITO PARA INSCRIÇÃO NO PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROGRAMA FORMATIVO PARA TRADUTORES LITERÁRIOS 2016

Compreensão de textos em uma língua estrangeira, em nível suficiente para a prática da tradução a partir do idioma escolhido.

PROCESSO DE SELEÇÃO

O currículo do candidato e a justificativa de seu interesse em cursar o Programa, a constar da ficha de inscrição, serão os critérios básicos de seleção.

COMPOSIÇÃO DA GRADE CURRICULAR

Os inscritos deverão cumprir:

- Um mínimo de 128 horas-aula nos cursos de Teoria da Tradução e de História da Tradução (compostos de três módulos cada um), na Oficina de Tradução de Prosa e na(s) Oficina(s) de Tradução de Poesia (atividades contínuas).

- Um mínimo de 32 horas em palestras ou eventos pontuais sobre tradução literária (além de participação obrigatória no evento anual TRANSFUSÃO).

- Entrega de uma tradução comentada, no contexto das Oficinas de Tradução de Poesia e no contexto da Oficina de Tradução de Prosa. Os comentários à tradução realizada como trabalho final se basearão nas discussões ocorridas durante a oficina e em referenciais teóricos abordados no Programa.

- Entrega de resenha de um livro teórico da área de Estudos da Tradução abordada durante o curso de Teoria da Tradução. A ministrante orientará a escolha da obra e os critérios de abordagem da mesma.

- Entrega de resenha de uma obra literária traduzida, no contexto do curso de História da Tradução. O texto crítico, cuja elaboração será orientada pelo ministrante, deverá revelar critérios de apreciação da tradução literária abordados nos cursos do Programa Formativo.

Para quem cumprir os quesitos apresentados, será emitido um Certificado de Conclusão do Programa. Os alunos poderão completar os números mínimos das diversas atividades em mais de um ciclo do Programa Formativo, ou seja, quem não puder frequentar todas as atividades em um ciclo poderá completar os créditos no ano seguinte.

É importante observar que a frequência mínima para reconhecimento do crédito dos cursos é de 75%. No caso dos cursos divididos em módulos, será necessário atingir 75% de presença em cada módulo. Na contagem das horas dos cursos, serão computadas apenas as aulas a que o aluno tiver efetivamente assistido.
evento entre e Baixar Planilha

Publicado por

Casa Guilherme de Almeida

O museu Casa Guilherme de Almeida está instalado na residência onde viveu Guilherme de Almeida e abriga o acervo de objetos que pertenceram ao poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista, um dos mentores do movimento modernista brasileiro, além do Centro de Tradução de Literária e a Sala Cinematographos. A CGA é um Museu da Secretaria de Cultura do Estado, administrado pela POIESIS.

Nome:

E-mail:

Tipo:

Mensagem:

Enviando mensagem

Enviando mensagem